Inicial | Quem somos | Fale conosco | Reclamações | Denúncias | Links | Úteis |

 





Jorge Calderaro

Jornalista, Escritor, Historiador e Ambientalista
jc@acordapara.com.br
Belém - Pará - Amazônia - Brasil
 

Parabéns minha Belém! 395 anos...

quarta-feira, 12/01/11 - 09h12

Salve 12 de Janeiro!

Que belo dia o de hoje! E mais um ano se passa...

Apagar a velinha é legal mesmo, porém, espero que perdures por muitos anos em plena paz e crescimento para podermos comemorar este dia como prova de tua existência.

Peço a Deus que continue a iluminar o caminho das autoridades que te administram, e que os percalços encontrados sejam colocados de lado, para que tua população viva em plena felicidade sem desilusões, sofrimento e sem problemas, porém com bastante saúde e dignidade, pois o sucesso não é só o teu, mas para os que vivem em ti.

Hoje revejo fotos magníficas de Belém, em que a sensibilidade em que vários fotógrafos nos conduzem. Uma sequência de recordações sobre a evolução cultural e desenvolvimento da capital paraense. Imagens do Forte do Presépio (também conhecido como Forte do Castelo), local onde ocorreu a fundação da cidade, por Francisco Caldeira Castelo Branco, no dia 12 de janeiro de 1616. Em uma das laterais do Forte, marginando a primeira rua, os casarões iniciando a urbanização do futuro bairro da Cidade Velha, em outra foto marginando a baía de Guajará; Ver-o-Peso; Círio de Nazaré, uma das mais expressivas, senão a maior manifestação de religiosidade católica que se verifica no mundo, na manhã do segundo domingo de outubro; Praça da República num belíssimo encontro de duas épocas; a majestosa sala de espetáculo do Teatro da Paz, memorizando a importância da borracha na economia regional. no início do século passado.

Um pouco da história:

No princípio de novembro de 1615, Jerônimo de Albuquerque e Alexandre Moura conseguem expulsar os franceses do Maranhão. Daniel de La Touche rende-se, assim terminando o sonho da França Equatorial.

Na mesma época, sabendo da existência de ingleses, holandeses e franceses, em território paraense, Alexandre de Moura organiza uma expedição sob o comando de Francisco Roso Castelo Branco, que partiu do Maranhão no dia 25 de dezembro. Depois de uma viagem de 18 dias, a expedição chega ao seu destino, e efetiva a fundação de Belém, no dia 12 de janeiro de 1616, com a posse da terra, então habitada pelos índios Tupinambá, denominando-a Feliz Lusitânia. No dia seguinte, levantou um fortim de madeira, denominando-o Forte do Presépio – provavelmente em homenagem ao Dia de Natal que marcou a data da partida da expedição – também conhecido por Forte do Castelo. Um povoado originou a cidade de Santa Maria de Belém do Grão-Pará, planejada para defender a região norte da América Portuguesa.

A independência do Brasil, em 1822, não foi bem aceita pela então Província do Pará, dando margem ao sangrento conflito da Cabanagem – o movimento popular mais expressivo registrado em território brasileiro.

Belém se desenvolve, baseada numa economia, primordialmente vinculada ao comércio e serviços, incluindo alguma atividade agrícola, também oferecendo oportunidades para um investimento planejado e criativo, no setor de turismo.

Apesar de alguns contratempos, Belém é referencial na condição de Metrópole da Amazônia, inserida num espaço regional que abriga a maior biodiversidade do mundo, com uma população de mais de 2 milhões de habitantes, ao alcançar seus 395 anos de história.

Hoje fico mais feliz, pois acompanho de perto parte do teu crescimento e por isso quero e posso te parabenizar. Uma cidade especial na vida de quem te adotou como terra natal, e que tua grandeza marque não somente a história da Amazônia, mas a do Brasil e a do mundo, e que continues por muito mais, muito mais tempo sendo a Metrópole da Amazônia...

E como te canto em uma de minhas canções:

"Na primavera ou em qualquer estação, nossa flores jamais dizem não, Belém tu és meu coração, muito mais que a minha nação.

Semear, cultivar, preservar, nosso verde voltou a encantar, de mãos dadas podemos mudar, um futuro de paz conquistar.

Lugar agradável de se viver, parabéns por eu vê-la crescer, eu não me canso de te querer bem, cidade feliz de verdade, tudo por nossa união, todos por nossa cidade, juntos num só coração.

Não basta sonhar e falar tem que agir, tem que acreditar, o amor não vai mais se calar.

Belém quero te ver brilhar, nosso amor para sempre te acompanha, toda a tua história nos encanta".

Belém a gente sonha que continues sendo a Metrópole da Amazônia, pois sempre estarás por inteira em nosso coração, mais um ano de existência se passa com muito amor para felicidade de teus filhos.

"Filha da mãe natureza, guerreira de luta, Tupi é tua raça um sonho a brilhar

És morena de sangue, grosso como açaí, tens a cor do pecado e aroma de patchuli...".

Feliz aniversário Belém!!!

 

A história da fundação de Belém (2006)

Voltar
 
Conheça nossa Política de Privacidade
<<< © 2002-2013- Acorda, Pará! >>>