Inicial | Quem somos | Fale conosco | Reclamações | Denúncias | Links | Úteis |

 

 

Arroz, trigo, milho e cevada - por que consumi-los?

segunda-feira, 05/06/17 - 16h15

 

Conheça os benefícios desses grãos para a saúde

 

Os grãos fazem parte da nossa alimentação há milhares de anos e têm um papel muito importante dentro da dieta. Eles são a semente do cereal, e entre eles estão o arroz, o milho, o trigo, a aveia, o centeio e a cevada. Por serem fontes de carboidrato, têm como principal papel fornecer energia para o organismo. Além disso, possuem proteínas, lipídios, minerais e fibras.

 

Os grãos podem ser consumidos cozidos inteiros ou por meio de seus derivados, como a farinha, que pode ser refinada - feita apenas da parte interna do grão, ou integral - com o grão completo. As farinhas dão forma a grande parte dos produtos que são fontes de carboidratos - pães, bolos, massas, tortas e bebidas como a cerveja.

 

Os grãos e seus derivados são a principal fonte de energia e, quando consumidos com alimentos fontes de proteínas e gorduras boas, compõe uma alimentação saudável. O pão feito de trigo, centeio, cevada e milho pode ser consumido no café da manhã ou nos lanches intermediários, acompanhado de frios magros, leite e derivados desnatados e frutas frescas ou secas.

 

A nutricionista Beatriz Botequio, da Equilibrium Consultoria e consultora do Sabe Portal (http://sabeportal.com.br/sobre/), cita os quatro benefícios do consumo de grãos:

 

· Mais energia: o carboidrato é a principal fonte de energia para o organismo e fornecedor de glicose para o cérebro exercer as suas funções.

 

· Menor risco de doenças do coração: por serem fontes de fibras, o consumo de grãos integrais pode contribuir para a saúde do coração.

 

· Aliado contra o diabetes: estudos apontam que a ingestão de fibra insolúvel, encontrada no grão integral, está associada a menor risco de diabetes tipo 2.

 

· Favorece a saúde intestinal: as fibras também são aliadas do intestino, pois ajudam a melhorar a formação e eliminação das fezes.

 

Fonte: http://sabeportal.com.br/sobre/

 
 
© 2002-2017 - Acorda, Pará! Todos os direitos reservados.